UPDATE: Thanks to a good friend of mine, at the end of this text is the English version.
Matheus José Maria
1K123

"Então eu disse que não, que eu estava fazendo fotos para uma agência de fotografia e ele me pergunta se eu não quero então fotografar de graça um aniversário ou casamento para ele. Alguém entendeu?" Aqui é assim: para ele, você, por ter questionado a contradição das atitudes/discurso e a brutalidade da postura, foi relegado a uma categoria inferior. Supostamente ligada a quem defende o que eles rechaçam com veemência (leia como quiser; pt, agenda de políticas sociais, lula, bandeira vermelha, direitos humanos, comunas, etc.). Nesta hierarquização proposta e no cultural substrato do atavismo escravagista, você é um servo; não tem direito a voz e é um petulante por estar, em plena Casa Grande, questionando conceitos e pré conceitos de quem se acham os donos absolutos do poder. Fora isso, tem toda a dinâmica do enebriado comportamento de turba que facilita a fluição destas pulsões mais violentas que estão escondidas no aparelho mental. Mas certamente há outras explicações…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.