Pequeno Conto: A Sala De Estar

Listando todas as coisas do ambiente, uma sala aconchegante, com um grande sofá e uma luz baixa amarelada lembrando velas. Um candeeiro na altura do joelho, uma mesa de centro com bordas de madeira e ao meio um pequeno vidro no formato de um ovo e um tapete. Tapete que falava. Sempre que alguém pisava nele ele gritava o nome da pessoa, sem ao menos conhecê-la, acredita? E depois, iniciava uma prosa prazerosa com voz incrivelmente aveludada. O tapete, com apelido carinhoso de Neutrô, apesar de fino e leve tinha um detalhe invisível que cobria toda sua dimensão até o teto. Algo parecido com áurea, difícil nomear pela complexidade da sua tridimensionalidade. O que é sabido: ele falava e muito bem. Voltando a lista, havia um lustre muito grande em formato de velas, os vidros de cristal. Acendiam todos os dias às 05h00 com o mordomo.

– Ei! Você! Pare de listar essas coisas. Não é de bom grado. — Disse o Neutrô, conhecido tapete.

– Se eu não listar, como venderei?

– É simples, conversa com Dona Joana que ela gosta de investir em artista, e você ainda tem alguns blocos de papéis franceses de alta qualidade, que sei muito bem. Aliás, não pinte ou desenhe antes de oferecer sua arte. Tire o pó da sua pasta de trabalho, famoso portfólio e vá a luta! Ou não, apenas liste-nos como coisas inúteis, aliás o tapete da Dona Regina fala muito mais que euzinho. Contabilizei todas as conversas e ele é o primeiro que aparece como fatos falados na casa de Dona Regina. Estou furioso! – Quando o tapete mágico ficava furioso, iluminava-se do chão ao teto sua área de atuação.

— Não fique, estou apenas contabilizando para um futuro.

— Não! Não! Não! Não!

O tapete, Neutrô, acordou sem visão, enrolado e logo começou a gritar. Logo disse a ele para ficar calmo que logo iria desenrola-lo. Estávamos no carro, ele no banco de trás. Cheguei no local, uma área de 1000 metros quadrados, revestida de grama e desenrolei. Para sua surpresa era um encontro de tapetes mágicos, havia cerca de 100 deles de toda a cidade.

– Bem-vindo, Neutrô, ao seu primeiro encontro dos fatos mais relevantes de toda a cidade. Aqui você pode conversar com todos os tapetes e discutir quais as melhores soluções para os curiosos fatos dos seres humanos.

Saiu do tapete um fio solto e voo pelo ar, era assim que ele chorava de alegria.

Ficção por Air Felipe.