Sua empresa em crise e você gastando com internet?

Se você é social media, antes de me xingar, leia. Até porque esse texto não é para você. É para os que eu chamo de “social média” e pra quem deposita um valor mensal, pequeno que seja, para que sua marca exista na rede, mas que na verdade, está jogando dinheiro fora.

Desde que as redes sociais começaram a servir como plataformas comerciais, empresas e profissionais batem cabeça atrás de um meio para torná-las rentáveis. Vários canais, linguagens, gráficos e métricas. Possibilidades de relacionamento direto, abordagem por perfil social, idade, gênero, gosto musical, esportivo, literário, perversão sexual e por ai vai…

Um cenário perfeito para o sucesso, certo? É postar e correr pro abraço!!!

E realmente, parece que é assim que alguns se vendem para o desatualizado e ocupado empresário. Os detentores do santo graal do conhecimento digital que fazem com que a sua fan page passe 200 para 2000 seguidores em poucos meses e que nesse discurso do “trago o cliente amado”, têm feito muita empresa perder tempo e dinheiro.

Tá certo que a presença conta e quem não é visto não é lembrado, etc…

Mas a forma como muitos se apresentam nas redes sociais, desculpem, beira o ridículo.

Post de aniversário, frases impactantes do tipo: Hoje é domingo ou tenha um bom dia, comemoração de 100, 300, 1000 seguidores, links que levam o cliente para outras páginas (aliás, tenho a impressão que se a Exame proibir a cópia dos links de suas matérias, muita empresa digital fecha as portas mas, voltando), texto assinado por padre Fábio de Melo, Ghandi, Einstein, Clarisse Lispector e Fernando veríssimo.

Ações sem compromisso com resultados, sem planejamento, estratégia, conteúdo, nem objetivos concretos…só likes, corações e seguidores…nenhum retorno.

Ter 2, 3, 4 mil seguidores é legal, né? Mas quem são? Onde vivem? Do que se alimentam? Quantos destes seguidores dão algum retorno para empresa? Uma fan page com 4000 seguidores, faz um post e tem 2 curtidas: O dono e esposa. Cadê a rentabilidade deste investimento? E o relacionamento? Não existe.

Algumas agências digitais mal conhecem seus clientes e muitas não entendem de negócios.

Sejam 500, 800, 1000 ou 1500 reais por mês. Multiplique por 12 e avalie se, neste momento, você está gastando ou investindo o seu dinheiro suado.