Jantar

Após um almoço caprichado repleto das mais variadas opções chegaram na hora do jantar e sua mãe para o que seria o seu desgosto avisou - agora você pode escolher entre esse prato de Brócolis ou esse aqui com Milho - ao que este respondeu externando todo o seu nojo numa queixa - mas eu não quero, eu não gosto disso! - reclamou tentando explicar que milho era duro para mastigar e brócolis tinha um gosto esquisito, sua mãe então alertou em um tom explicativo - escuta, você tem duas opções: escolher um dos pratos ou ficar sem comer - acontece que a sua fome começou a pesar na barriga e este se viu comendo um prato repleto de brócolis e ouvindo de sua mãe - viu só não é tão ruim - ainda tinha aquele gosto esquisito mas era melhor passar por isso do que comer milho. Enquanto somos crianças é até compreensível que não possamos recusar alternativas indigestas no entanto quando adultos diante de similar impasse não deveríamos ficar presos a opção menos ruim.