ode aos tolos

i n s e n s a t e z

essa arma biológica

impulso destrutivo

que enrubesce a tez

e confunde o

c o r a ç ã o


p o n d e r a r

recomendava meu pai

mas meto os pés pelas mãos

pois de arrepios sinápticos

e sinestésicas belezas eu sou

t e m p e s t a d e


i m p a c i e n t e s

olhares confusos

sobrancelhas erguidas

enquanto absortos

celebramos a

t o l i c e


j u í z o

foi o que pedi ontem

sentado em frente ao balcão

mas num lapso de sanidade

mudei de ideia e preferi um

c a f é