Separação

De vez em quando alguém me pergunta de você, dizendo que te conhece e que sabia que nós namorávamos. Eu digo que sim, que faz um tempo desde a nossa separação, mas que ainda somos amigos. Que independente do fim, do temido ponto final, seguimos em frente.

Você me diz que fazem a mesma coisa com você, que ainda perguntam sobre a gente. O nosso passado. Eu poderia fazer uma lista de tudo aquilo em que eu gostava em nós (e do que odiava também).

Mas passou, ficou na memória. Prefiro lembrar dos dias bons em que a gente teve, das conversas engraçadas com a sua mãe, dos dias em que saíamos pra passear e tirávamos fotos, e do dia em que você falou no meu ouvido que me amava.

Eu também te amo. Independente da relação, independentemente da nossa separação.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.