A Finlândia e o Desaprender

Escrevo aqui da Finlândia, no meu último dia por aqui. Vim para a Conferência Internacional de Educação Democrática, a IDEC@EUDEC 2016, uma baita de uma experiência. 5 dias atrás começamos a campanha de financiamento coletivo do Desaprender e já temos 17 pessoas que acreditaram no que estamos fazendo. A cada um de vocês que nos apoiou e confiou na gente, o meu muito obrigado!

Os finlandeses têm uma educação cultuada no mundo todo, e ao mesmo tempo parece pra mim que eles vivem um paradoxo entre conservadorismo e inovação. A Finlândia tem a educação pública mais admirada no mundo todo, mas ainda assim, pouco democrática. Pouco permeável aos reais desejos e necessidades dos alunos e à construção coletiva.

Cocriar não é fácil, envolve desapego, iniciativa, acabativa, olhar para o lado, sonhar e materializar. E é isso que estamos fazendo no Desaprender. Aprendi MUITO aqui na Finlândia, sobre muitas coisas, mas isso é algo que talvez nós possamos ensinar a eles.

Para continuar cocriando a educação que queremos ver no mundo, precisamos do seu apoio. No nosso crowdfunding tem recompensa de tudo quanto é jeito, pra todos os gostos, e qualquer contribuição é bem-vinda.

Vem comigo construir esse mundo novo? Há muito a ser feito.

Quem tiver blogs, portais e grupos que possam se interessar em promover nossa campanha, me enviem e-mail no alexbretas11@gmail.com.

Já já posto por aqui mais sobre a IDEC ;)

Apoie nossa campanha de financiamento coletivo clicando aqui.

Like what you read? Give Alex Bretas a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.