O potencial de consumo dos novos idosos

Dia 01/Out é Dia do Idoso. Meus parabéns atrasado a todos!

Na verdade eu sei que esse parabéns atinge poucos, porque cada vez mais as pessoas que antigamente eram consideradas idosas, hoje ainda estão na flor da idade.

Isso se deve à busca pela melhoria da qualidade de vida das pessoas e também ao avanço da medicina.

Fusae (esq.), que nunca foi de ficar parada, chamou a amiga Reiko (dir.) para subir em uma prancha de surf

Essas “idosas” da foto acima são a prova mais clara de que as características da 3ª idade estão mudando. A força de vontade delas é tão grande nos faz pensar que nós somos os idosos e elas são as jovens. Reflexões a parte, você pode ler a história delas aqui.

A população brasileira está envelhecendo e ao mesmo tempo se tornando mais ativa ao chegar na 3ª idade, portanto é importante analisarmos esta mudança do mercado consumidor.

Enquanto a população brasileira prevalecer com idade entre 30 e 35 anos, os mercados de imóveis, automóveis, seguros e plano de saúde serão destaque. Agora, quando a população contiver mais idosos, o número de filhos cai e os gastos com eles, também.

Quando cai o número de filhos, sobram mais recursos para despesas mais sofisticadas. Junto com a mobilidade social e a estabilidade econômica, isso muda o perfil de consumo dos brasileiros.

Hoje existem 18 milhões de idosos no Brasil, o que representa 10,5% de toda a população, e detêm um potencial de consumo de R$ 7,5 bilhões ao ano.

Segundo o IBGE, a projeção da população para as próximas décadas é motivo suficiente para o pessoal da Previdência Social arrancar os cabelos!

O gráfico abaixo mostra a Pirâmide Etária de 1980 do Brasil, onde o eixo vertical representa a idade da população e o eixo horizontal representa a população absoluta.

Pirâmide Etária de 1980

Agora, a projeção para 2050:

Caso você queira ver a evolução dessas mudanças, acesse o site do IBGE aqui.

Assim, as empresas já devem se preparar para essa mudança de perfil, pois além da predominância populacional que este público vai exercer, o poder aquisitivo deles é um dos mais atrativos.

Para se ter uma idéia, a situação do idoso é melhor do que a do jovem no Brasil, pois ele tem mais poupança, contas bancárias e saldos. 85% dos idosos têm autonomia financeira e apenas 5% dos idosos e 2% das idosas relatam viver com dificuldades financeiras. É um mito achar que eles vivem mal.

Outras características relevantes é que os idosos, em sua maioria, possuem recursos em reserva para compras de maior valor agregado e também são mais confiáveis no pagamento de contas, em relação aos jovens. Isso porque planejam melhor os seus gastos do que os mais novos.

Com certeza um supermercado que ofereça alguém para acompanhá-los em suas compras, auxiliando-os desde a entrada na loja até a colocação dos produtos no carro, certamente terá a preferência desse público, mesmo que cobre preços mais altos que os concorrentes.

Se você estiver pensando criar algum negócio voltado para a 3ª idade, não deixe de ler o relatório Perfil dos Idosos Responsáveis pelos Domicílios no Brasil, elaborado pelo IBGE.

E se você estiver de brincadeira, pensando em criar uma loja de fraldas geriátricas, aqui para você:

Post originalmente publicado no meu antigo blog, em 11/Outubro/2008.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.