Escrevendo coisas que importam

Cotidiano x Qualidade de Vida

Vivemos em uma época na qual nem sempre conseguimos fazer aquilo que desejamos ou precisamos. O cotidiano muitas vezes “nos engole” com trabalho, tarefas diárias, estudo e outras atividades importantes ou urgentes. Isso tudo é possível, mas o pior é que compactuamos naturalmente com isso ao invés de estabelecermos prioridades e gerenciar nosso tempo, abrindo, dessa forma, espaço para coisas que necessitamos para nosso crescimento pessoal e intelectual, para cuidarmos da nossa saúde física e mental, ou, simplesmente para desopilar.

O mais hilário desse comportamento, é que aquilo que “nos engoliu” é feito com muito mais produtividade, vontade e disposição se estivermos com nossa qualidade de vida em alta.

Sem a menor dúvida esse assunto tem posicionamento extremos. Já tive a oportunidade de assistir a um curso onde a pessoa que estava ministrando o mesmo opinava que qualquer atividade que não fosse trabalho, era absoluta perda de tempo ($$$). Em oposição, lendo artigos escritos por empreendedores de sucesso, por exemplo, um número avassalador deles defendeu a ideia de que sem praticar esportes, ler com tranquilidade, aproveitar a natureza junto a família, por exemplo, sua jornada vencedora não teria ocorrido.

Hoje, sem a menor dúvida, junto-me a esses últimos, assumindo: mesmo orientando muitos alunos e ministrando palestras de gestão do tempo e produtividade, em muitos momentos da minha vida, “fui engolido” pelo cotidiano e não tenho dúvidas em afirmar que, elencando prioridades, observando importâncias e urgências, tenho hoje os momentos que me permitem, por exemplo, estar na praia, escrevendo essas linhas em meu notebook em um domingo pela manhã, assistindo a Premier League na tv.

Sejam bem-vindos a esse espaço onde vou compartilhar com todos informações e minha posição a respeito de educação, comportamento, tecnologia e inovação.