Software livre para educação pública de qualidade

Descobri a cultura livre ainda na década de 1990. Ainda estudante de doutorado na Universidade de Paris assiti a uma palestra de um aluno da instituição que prepagava que software é um legado cultural da humanidade. Na época, estudante do curso de Ciência da Educação da institução, não imaginei que um dia estarei liderando projetos de software livre.

Volto ao Brasil, vou trabalhar numa Faculdade de Educação na UFC, em Fortaleza. Lá conheci o mundo das plataformas de aprendizagem, mas nada de falar em software livre.

Mudo para Recife para trabalhar no CIn onde estou até hoje. Um Centro de Referência em Ciência da Computação. Pouco se faz aqui voltado a concepção de software livre. Alias, a relação entre as comundiades de software livre no Brasil e as comunidades acadêmicas nas áreas de Educação, Ciência da Computação e Design dialogam muito pouco! Tema para outras postagens por aqui.

No CIn aprendi a conceber plataformas de aprendizagem. Já vamos na quarta. A história começou com o Amadeus (que foi até a versão 0.9 em Java), depois veio o Redu (hoje Openredu). Hoje estamos prestes a lançar a Inovaula.com e o Youubi como fruto de trabalho do grupo interdisciplinar e interinstitucional de pesquisa CCTE.

‘Por acaso’, pois não acredito em acaso, em 2005 iniciamos a distribuição dos resultados de nossas pesquisas sob licenças livres, em específico escolhemos a GPL2, pois é a mais conhecida delas dentre os usuários de plataformas de aprendizagem.

Todos esses passos não foram suficientes para fazer acontecer um fenômeno muito delicado, muito relevante, muito especial: a mediação da aprendizagem feita de forma carinhosa, espontânea e radiante. Este ‘causo’ que vou contar aconteceu, para minha felicidade, em minha cidade natal, Arcoverde, PE, distante 243 Km da capital Recife, no estado de Pernambuco.

Orientado por um amigo irlandês, Liam Bannon, convidei professores de redes públicas de ensino a liderar movimentos de difusão dos software livre que criamos junto a seus colegas. Liam dizia que não adiantaria, eu, em minha posição de professor no ensino superior tentar convencer professores da Educação básica a adotar. Seria necessário que os próprios professores adotassem e espontaneamente usassem as tecnologias.

Literalmente, o design se completa no ato de usar. E para quem vem a tantos anos criando tecnologias para educação de nosso país, ver uma cena como a que vi esta semana, muito me emociona.

Openredu usado na EREM VITORINO FREIRE, Arcoverde. 1° ano A (4–8–2017)

Chico Romildo, como carinhosamente é chamado por todos da comunidade, compartilha conosco as fotos de tua prática na Escola EREM VITORINO FREIRE, Arcoverde. 1° ano A (4–8–2017). Olhem o Openredu, fruto de mais de sete anos de trabalho e de mais de R$ 1.500.000,00 em investimentos públicos, sendo usado em uma escola pública estadual. Nossa, que emoção ao ver essas imagens! O desejo de uma década e meia vendo surtir efeito. O design conquistando professores e alunos e dando um novo sentido à prática da socialização do conhecimento entre gerações de uma forma nova.

Openredu usado na EREM VITORINO FREIRE, Arcoverde. 1° ano A (4–8–2017)

De fato, dar ao professor a liberdade para escolher faz todo sentido. Todo investimento em design para gerar tecnologias de ensino faz sentido. Antecipar todos os detalhes de um uso em condições reais, em escolas reais, com professores e alunos reais, faz sentido. Estudar o uso de protótipos faz sentido. Além disso, faz muito sentido fazer pesquisa interdisciplinar envolvendo Ciência da Computação, Design e Educação para conceber tecnologias para Educação. E é impagável esperar anos a fio para no final começar a ver o sorriso e o brilho espontâneo no olhar de alunas, alunos, professoras e professores transformando software livre em espaços de aprendizagem e desenvolvimento.

Openredu usado na EREM VITORINO FREIRE, Arcoverde. 1° ano A (4–8–2017)

Esta história não acaba aqui, apenas inicia. Francisco Romildo é hoje um Líder Educacional na comundiade de software livre Openredu. Quem quiser saber como continua , dá uma olhadinha em http://forum.openredu.com e entre para liderar uma nova história com agente!