Tipos de estratégias de Bancos Digitais

Hoje vou comentar sobre os principais tipos de estratégias de lançamentos de Bancos Digitais e um pouco sobre o que orbita neste mundo.

Começando pelo que orbita, temos as Fintechs e outros parceiros de negócio. As Fintechs são as startups financeiras que visam monetizar com serviços especializados, como por exemplo a concessão de empréstimos, venda de seguros, etc. São empresas dinâmicas que focam em experiência do usuário e altamente especializadas em seu nicho. Estas empresas são muito ágeis e com isso não podem esperar o tempo de toda regulamentação financeira dos países ou que faz delas dependentes dos bancos tradicionais para executar as transações em si.

Temos os parceiros de negócio dos bancos que são os tradicionais que já possuíam alguma conectividade com os bancos, tiveram longas negociações e transacionam volumes maiores. Manter a infra estrutura para estes parceiros é custosa para as entidades mas necessária e ao mesmo tempo complexa para incorporar novos parceiros de forma ágil e segura, então faz se necessária a consideração de novas estratégias.

Os outros parceiros são os fornecedores do banco que possuem algum serviço específico como uma análise de crédito, emissão de cartões de crédito, entre outros, que estão também buscando facilitar essa conversa.

Para habilitar todas essas frentes a melhor opção é trabalhar com APIs onde serviços são expostos e consumidos de forma segura, controlada e mensurada e isso ajudará também a habilitar os modelos e estratégias de banco digital que explico a seguir.

Quais são as estratégias de banco digital em andamento pelo mundo:

Banco tradicional buscando se adaptar ao digital — Onde um banco tenta adaptar seus processos e tecnologia já existentes para este novo formato, sendo esta a abordagem mais complexa, mais lenta e com maior chance de falha.

Banco tradicional criando uma divisão digital — Nesta abordagem um banco tradicional cria o um banco dentro do banco, onde o banco digital segue seus processos e tempos sem amarrar ao banco tradicional mas consumindo o que ele pode oferecer de melhor como por exemplo validar crédito, processar um empréstimo, etc.

Banco tradicional criando e investindo em um novo banco digital — Neste modelo o Banco tradicional é investidor de um banco novo sem ligação de recursos existentes. Todos processos, sistemas de ti e aprovações de órgãos reguladores será nova.

Startup de banco digital — Banco puramente digital financiado por grupos diversos com foco em mobilidade e experiência do usuário final. Conhecidos como Challenger Banks.

Banco puramente API — Nesta modalidade o banco se resume a puramente tratar dos serviços principais e regulamentação e delega 100% da interação com os clientes para as Fintechs com seus aplicativos modernos. É um tipo de Challenger Bank.

Estas são as principais estratégias, qual é a melhor o tempo ainda dirá, as opiniões nos comentários são mais que bem vindas!

Até o próximo artigo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.