assim que saí da sala e desci as escadas sei que você começou a chorar. trazia dentro de si aquela impulsividade e uma ânsia temerosa. tentei sorrir na imagem que me tornei ali na calçada, mas era impossível fazer você parar de se lamentar.

eu tento também me acostumar com metade da cama e as luzes acesas as sete da manhã. com conversas inoportunas, eu na minha introspecção. roo as unhas desesperadamente no ponto de ônibus, esperando uma linha que talvez não exista mais.

Like what you read? Give Bibiana Veronica a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.