O mundo inteiro aguarda

Assembleia Geral da ONU trará debates importantes a cerca do tema “objetivos do desenvolvimento sustentável”. O presidente Temer será o primeiro a discursar e apesar da polêmica falará pouco do Brasil, afinal vale lembrar que um dos focos da reunião é a crise dos refugiados, que é de preocupação internacional. Algumas organizações humanitárias veem a cúpula com receio. Será que dessa vez a ONU se fará mais presente, encontrando uma solução para todas essas pessoas? Será possível desconstruir o efeito dominó da xenofobia e contar com a ajuda das nações mais ricas? Frente a esse drama que sufoca milhões, a incerteza é se os países abririam mão de interesses nacionais a fim de encontrar uma solução global.