já está na hora de te deixar ir?

como é que nosso tempo pode ter tão rapidamente expirado?

como se o que tivermos fosse apenas um produto facilmente descartado

como é que nosso tempo pode ter tão precipitadamente acabado?

se eu sinto o teu toque cada vez mais perto

se eu sinto o teu cheio em pessoas desconhecidas no metrô

se eu olho para pela janela e lembro-me do tom azulado do teu olhar

se eu desço para ir na padaria e encontro tua flor preferida no caminho

se eu ainda penso que tu foi um presente miraculosamente confeccionado pelo universo

se os nossos compassos se encaixam tão bem

a verdade é que nunca entendi tua mania de tatuar os outros

mas nunca deixar os outros deixarem marcar em ti

por que se encolhe quando meu toque é mais gentil?

por que não me deixa ver teus demônios que estão escondidos nos teus detalhes? (prometo que não tenho medo de escuro)

por que me deixa parada no jardim de tua alma e não me deixa entrar por completo?

por favor, tudo que lhe peço é que não seja a minha tragédia

mas, se é para ser assim, pode ir

mas lembra de fechar a porta ao sair, que vou precisar de um tempo para me recuperar e colocar toda as coisa de volta em seu devido lugar

meus sentimentos

meus pensamentos

meus conflitos

depois disso, eu volto a abrir e deixar outras pessoas entrarem, só preciso de um tempo para pensar, sarar e me arrumar

pode ir, mas saiba que tu sempre teve um lugar aqui

-A.M.