Não deixe para depois.
Depois é o amanhã que não há quando se para para pensar.
Depois é tempo que nunca chega ou quando chega você nem percebe.
É tempo desperdiçado a espera do depois.
Não deixe para depois.
Depois é um tempo perdido no tempo: não é passado, não é futuro, não está no presente.
Depois é incerto, é instável.
Depois é tempo que se cansa de esperar; são horas que demoram a passar.
Não deixe para depois.
Depois é a desistência do agora.
Não deixe para depois.
Depois é… sei lá…!
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.