O lembrete do ovo frito

Dia desses eu andava bem empolgada com a minha rotina. Ter tudo organizadinho é um super desafio pra mim. Na real, sinto que é dureza pra quase todo humano adulto que conheço. Falando por mim, tenho uma super dificuldade em vencer minhas pautas pessoais semanais. Muitas teorias sobre os possíveis motivos, que passam pela minha priorização externa e vários outras questões que abordo na terapia. Mas o ponto aqui é que numa semana específica eu sentia aquele ar de conquista porque tudo estava bem bonitinho pra acontecer conforme o planejado.

Saí plena do trabalho já empolgada em chegar em casa e fazer tudo aquilo que havia planejado. Acontece que cheguei em casa e cinco minutos depois de começar minhas atividades, faltou luz. Eu moro no mesmo lugar há mais de ano e não lembrava de ter faltado luz antes. Veio aquela sensação de “ah não! agora que ia dar tudo certo”. Meu cachorro ficou meio sem entender o que estava acontecendo e eu me dividia entre dar atenção pra ele e pensar como eu ia fazer pra seguir meu plano.

A luz voltou e caiu de novo. Logo volta oficial a luz, mas não quero perder tempo e já vou comer algo pra adiantar as coisas, pensei. Acendi uma vela na cozinha e decidi fritar um ovo no escuro mesmo. Quando terminei de fritar o ovo, a luz voltou. Eu ri sozinha! Pareceu uma piadinha do Universo.

Mesmo eu estando constantemente em mudanças, achei engraçado como esse mini episódio da minha vida me trouxe reflexão, como se eu tivesse esquecido que a gente não tem controle e que vida é assim mesmo, dinâmica. Me lembrou mais uma vez que o percurso nunca vai ser exatamente como o planejado. Que a gente pode se divertir nesse processo quando as coisas fogem do esperado. E que tem aprendizado e sabedoria em tudo que a gente quiser, até numa história de ovo frito. ❤