Imagem: Aline Carolina Santos, durante vivência fotográfica “Descobrir-se” de Caroline Paternostro, em agosto 2018/Vale do Capão-BA

Água de semente

A alma não é pulso morto

água parada a onda move, agita

Emoção e razão se misturam

À dor e à alegria almas gêmeas,

transmutam ás aguas, se afinam,

turbilham o amor. Viver!

Diminuem, aumentam e fluem

Cachoeira-água a chuver…

Em gotas, a terra molhada

brota semente

nasce planta

vindoura e forte

cresce do pó, no chão,

da terra vira botão,

é flor,

é dente-de-leão!

*Poemúsica, leia cantando!❤