E as traduções de fã?
Thiago Hilger
113

Embora eu tenha conseguido entrar no mercado justamente por ter participado de fansub, também não podemos dizer que todos são esses bastiões da verdade e da justiça que permitem que os pobres espectadores vejam conteúdo que não está disponível por meios legais no seu país.

Muitos fansubs disponibilizam séries transmitidas por meios legais e acessíveis no Brasil, no nosso caso, e ainda lucram em cima disso, por meio tanto de planos “VIP”, anúncios, venda de mercadorias no site, venda de DVDs piratas etc. E como se não bastasse, muitas vezes as “traduções de fã” nada mais fazem do que ripar a legenda de algum site legal de streaming e usam esse esquema para lucrar em cima dela.

Não sei como anda o mercado de fansubs (xD) de séries americanas quanto a isso, mas para animes é extremamente comum. Temos Crunchyroll, Netflix e, mais recentemente, Amazon Prime com séries transmitidas legalmente. Com exceção da Netflix, transmitidas pouquíssimo tempo depois da transmissão na TV japonesa, mas mesmo assim fansubs ripam as legendas desses sites, quiçá fazem uma alteração ou outra, e lucram com os meios que citei acima.

Enquanto isso, séries que não têm nenhuma licença de transmissão são solenemente ignoradas pelos fansubs.

Claro que há fansubs que fogem disso, inclusive vim de um que nem sequer hospedava arquivos em servidores gratuitos para não gerar para os megauploads da vida receita indireta por meio de propriedade intelectual alheia, mas no mundo de animes, há até uma certa indústria fansub que lucra e muito com isso.

E considerando que séries americanas atraem um público bem maior, não imagino que seja tão diferente assim :<

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.