(In) Sucesso e a Síndrome de Poppy Tal

Todos nós já tivemos a experiência de sermos cortados após um sucesso: “Não fez mais que a sua obrigação”, “Ganhou uma promoção? Cuidado para não ser mandado embora”, “Tá namorando? Vamos ver quanto tempo vai durar dessa vez” e por aí vai. A Síndrome Poppy Tall refere-se ao ato de cortar alguém para baixo quando eles alcançaram sucesso. Vergonha, culpa ou crítica (sutil ou direta) são usados ​​para cortar as pessoas que tem crescido mais alto do que os outros. Os maiores obstáculos para o crescimento e sucesso são o nosso próprio interior crítico, a família, tutores e treinadores, colegas, amigos ou companheiro que agem dessa forma conosco. Por quê? Porque ficamos literalmente envergonhados em ser e fazer além! A experiência é tão terrível que emburrecer, baixar a cabeça, entristecer, desistir e parar de tentar tão duro podem acabar sendo vistos como solução para não ter que experimentar isso de ser mais alto ou melhor de novo.

Um objetivo nobre? Pois é, saiba que, muitas pessoas são bem intencionadas ao cortar uma pessoa para baixo, de modo que ninguém se sinta mal sobre si mesmo. Parece ser um objetivo nobre, mas quando sucessos e pontos fortes de alguém se tornam vergonhosos, estamos enviando uma mensagem a todas as pessoas: Não tenha sucesso (muito) ou isto pode acontecer com você também… Ou seja, pode também ter intenções (conhecidas ou não) por trás.

Aqui estão 3 motivadores das pessoas com Síndrome de Poppy:

  1. Para nos proteger. Do que os outros pensam e também de nós mesmos! Pessoas que se preocupam conosco podem agir inconscientemente dessa forma.
  2. Para se proteger. Por que se sentem-se pessoalmente ameaçados por seu sucesso e realização e querem se sentir melhor, fazendo você se sentir menor. Ou temem que você pode deixá-lo para trás se você chegar ao sucesso — eles estão tentando mantê-lo onde está para não perdê-lo.
  3. Proteger a sociedade. Eles sentem a necessidade de ensinar-lhe uma lição ou atrasá-lo — para a melhoria da sociedade ou para que ela se mantenha do jeito que está.

Um coach te ajuda a ficar por cima!

Compreenda que cada um de nós tem talentos e habilidades únicas, e quando nos preocupamos muito sobre como os outros se sentem sobre o nosso sucesso, podemos não ser tão excelentes quanto poderíamos. É por isso que muitos de nós continua jogando pequeno.

Recomendações da Coach:

  1. Celebre suas vitórias e as dos outros, com ou sem companhia. Todos merecem os resultados que alcançam! É mais gostoso compartilhar e fazer parte de vitórias! Aqui, quanto mais, melhor!
  2. Reconheça que tem talentos, dons, habilidades e pontos fortes! E os outros também. Deixe de lado a culpa. Não culpe a si ou aos outros. Se você não tem encontrado pontos fortes e talentos aí sim, busque encontrá-los. E se os outros não reconhecem os próprios talentos, dons e habilidades, a culpa não é sua!
  3. Pare de se preocupar que os outros pensam! Haverá sempre alguém, em algum lugar que vai encontrar falhas, então faça o que acredita ser o melhor.
  4. Lembre-se de que o sucesso de outras pessoas traz o melhor de cada um de nós — ajudando-nos a concentrar-nos em melhorar e ver o que podemos ser capazes de fazer. Atletas, por exemplo, estão o tempo todo batendo recordes. E você, qual recorde quer bater? De melhor namorado? Funcionário? Líder? Empreendedor? Investidor? Empresário? Esposo? Médico? Advocado? Administrador?
  5. Descubra em que você é bom — e alcance os seus resultados sem vergonha de ser o seu melhor!
  6. Puxar os outros para baixo é alimentar a negatividade na nossa sociedade, juntamente com a falsidade, a inautenticidade, o medo e muito mais coisas horrorosas. Seja positivo, autêntico e verdadeiro consigo mesmo e com os outros!
  7. Foque em seus pontos fortes em vez de se comparar aos outros. Todos podem ter sucesso!

Comece agora a sua jornada rumo ao sucesso em saúde, carreira e relacionamentos e no que mais for importante para você!

Aline Saramago
 Coach de Estilo de Vida — Viva o Seu Sonho
 Atendimentos online e presenciais
 www.alinesaramago.com
 whatsapp: (21) 98712–3904

PS: Me siga nas redes sociais para mais conteúdos transformadores:
 www.facebook.com/aline.saramago
 
www.facebook.com/saramagoaline
 
www.youtube.com/alinesaramago
 
Instagram: @saudeebemestaroficial e @alinesaramago
 Periscope: @alinesaramago

Like what you read? Give Aline Saramago a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.