Sol em escorpião

Ah, como é difícil descrever o sol em escorpião…

Não poderia ser fácil falar do signo mais profundo do zodíaco, mas faltam palavras para tamanha imensidão. Imensidão que é amar de peito aberto. Imensidão que é a intensidade do sentir, seja ele qual for. Do ódio, da raiva, do amor, da felicidade e da tristeza. Do bom ao ruim. Do melhor ao pior.

Ser escorpião é conviver e se afundar com a própria profundidade. É mergulhar dentro de si e, em uma introspecção louca e característica de um escorpiano, refletir, criar paranoias, planos, ter ideias, e voltar a si sempre com uma surpresa na cabeça. Novamente, seja ela boa ou não.

A pessoa escorpiana é teimosa. Teimosa porque esse tal “mergulho de cabeça” é recheado de mistérios e segredos que não sabemos desvendar. Por isso, muitas vezes, acabamos nos afogando dentro de nós mesmos. Arriscado. Porque o escorpiano também é feroz. Vingativo, rancoroso, ele tem que tomar cuidado pra não se responsabilizar tanto. Haja talento para o autoflagelo…

No mais, o escorpião com certeza tem a capacidade de te proporcionar alguns dos momentos mais maravilhosos a dois que você pode ter. Quando apegado, apaga o mundo ao redor. Só você basta, e dentro de você ele mergulhará. Portanto, cuidado! Deixe sua piscina aberta e dispense a escada, porque ele vai se jogar de cabeça e na hora não vai querer nem saber se você tem uma lagoa ou um oceano. Mas não o culpe. Ele é um oceano e espera o mesmo das pessoas com quem ele se envolve.

Se o fizer mal, não estranhe se ele resolver te cortar, nem que seja por um tempo. É que ele não sabe lidar muito bem com o que lhe causa dor. Precisa se libertar, se transformar, se ressignificar. E consegue fazer isso tão bem como nenhum outro.

Talvez esse seja o maior encanto que o escorpião possa oferecer. Ele se machuca, se decepciona, se frustra. Mas, quando menos espera, volta a ser esperançoso, a sentir de peito aberto e a se jogar de cabeça novamente, nesse eterno ciclo de mudança e reconstrução.

Like what you read? Give Allan Correia a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.