Sobre pessoas com quem não podemos contar… (Por Andreas)

Pensando em retrospecto cheguei a conclusão de que estou andando em círculos quando o assunto é você!

Não sei explicar o que sinto, mas certamente não é algo que me agrade… na verdade, é algo entre o ódio e a felicidade que você me causa. Esse empenho unilateral entre nós é bem frustrante, ṕorque me parece que eu estou disposto a realizar suas vontades ou loucuras, mas você nunca está disposto a fazer o mesmo por mim.

Eu queria muito poder contar contigo, mas cada dia que passo perto de ti eu me convenço de que isso não é algo possível, e nesse caso não me refiro a um relacionamento amoroso, mas sim a nossa amizade. Afinal, aonde iremos parar?

Detesto o fato de me abrir com você, de te confidenciar fatos recentes da minha vida ou então de ser eu mesmo sem pensar duas vezes… digo isso porque vejo que existe um bloqueio entre nós, algo que faz com que você apenas receba, mas não retribua. Você não consegue ser uma pessoa recíproca?

O pior de tudo isso é ver você se abrindo com os outros, pessoas que você mal conhece, mas que se tornaram suas “primeiras opções”. Quando analiso todas essas coisas não estou afirmando que tenho ciúmes, mas sim que me sinto sempre a um degrau abaixo de ti, como se nunca estivéssemos no mesmo nível ou que eu não merecesse tal coisa.

Certamente você é a única pessoa que consegue fazer com que eu me sinta mal por não dividir algo pessoal contigo, creio que é o jeito que você me olha, sua expressão corporal, o modo que você desvia o olhar quando não consegue o que quer ou ainda sua risada de escárnio em situações cujo o controle foge de suas mãos… em todas essas as ocasiões me questiono se estou fazendo o certo.

Infelizmente terei que te retirar aos poucos da minha vida, estou farto de amizades baseadas em conveniência. Percebi que sou seu amigo, mas você é como uma ser estranho e recorrente que conheço há anos.

Seus problemas não são maiores que os meus.
Os fatos que ocorrem na sua vida não superam os meus.

Preciso de uma amizade e não de uma competição. Preciso me sentir como um copo meio cheio ao invés de um meio vazio.

Ouvi uma vez que as mudanças vêm de dentro para fora, então que seja assim.

Fora.

I am a human and i need to be loved
Just like anybody else does.
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Danilo H.’s story.