Sobrevivência

Não acredito na falta de amor no mundo. Sei que as pessoas amam e amam por onde quer que passem. O amor vive e preenche a vida de cada um de nós à medida em que nos apercebemos dos detalhes sutis e valorosos que estão à nossa volta. E todos os amores possíveis estão na relação que cultivamos entre nós mesmos, dedicando nosso valioso tempo seja a uma conversa desinteressada, ao contato mais sutil ou à aproximação mais intensa. O amor permeia a vida pois é a causa primeira da própria sobrevivência.