Oportunidade nas redes sociais (as outras)

Recentemente, o Facebook atingiu a marca de 1,8 bilhão de usuários ativos. Isso é extraordinário para as empresas, certo? Mas até que ponto uma página de empresa tem controle do que seus clientes veem na timeline?

Não é questão de conteúdo, já deixou de ser sobre conteúdo faz tempo. Hoje em dia uma empresa que não paga, não é vista, assim como já dizia o bom e antigo lema da publicidade. Mas afinal, não é isso que a plataforma do Facebook se tornou? Hoje em dia é tudo sobre publicidade e dinheiro para investir em publicidade.

É verdade, lá surgem novos formatos todos os dias abrindo o nosso leque de opções de uso, mas vamos lá, ninguém está falando que o facebook está obsoleto ou que é para você fechar sua conta hoje mesmo, mas quais outras plataformas podem ser usadas para complementar sua comunicação?

Já que o LinkedIn é a maior plataforma de relacionamento profissional do planeta, por que as empresas não deveriam ter uma presença marcante também nesta mídia? Se a sua empresa conversa com outras empresas (o famoso B2B) , lá é o lugar ideal para trabalhar sua imagem profissional.

Pinterest é o lugar das referências, e isso é bom, já que ele é considerado uma ferramenta de bookmarking. O que isso significa? Que o Pinterest é uma ferramenta que representa e organiza recursos da web de modo colaborativo facilitando assim, o compartilhamento. Então se você quer que a sua empresa inspire e seja de fato referência no que se propõe transformando isso em conteúdo, talvez essa seja uma aba a ser explorada pelo seu planejamento de marketing, considere integrá-la às suas principais redes.

O Youtube é um dos principais concorrentes do Facebook nesses novos tempos, com mais de um bilhão de usuários, o youtube além de investir em criadores de conteúdo, consegue alcance geral e tem um ponto importantíssimo para ser levado em conta: mais da metade das visualizações são feitas em dispositivos móveis. Ainda que seja um grande concorrente do Facebook, os dois canais estão servindo para duas experiências de usuário completamente diferentes. Vale a pena explorar.

E vamos falar sobre o Stories do Instagram. Ok, eu iniciei o texto com a ideia de explorar as outras redes sociais além das convencionais, Instagram e Facebook, mas você já foi além das fotos da timeline? O Stories surgiu como (um plágio) uma ideia semelhante ao Snapchat já com a promessa de que ninguém iria aderir, porém, como sabemos, o futuro é audiovisual e por isso, acabou sim virando um grande potencial para ser explorado por empresas e influenciadores.

Resumindo, você pode posicionar sua empresa em outras redes sociais, fazer o conteúdo ir além de um post estático e integrar todas no final. Mas claro, com um adendo: só esteja lá se realmente for relevante para a sua marca e se você vai saber como fazer, pois não adianta criar 15 redes sociais e compartilhar o mesmo formato/conteúdo em todas.