O que estou fazendo com meu dinheiro?!

Foi essa pergunta que veio na minha cabeça quando olhei para o livro Os Segredos da Mente Milionária, do Autor T. Harv Eker.

Ao adquiri-lo, pensei: “já passou da hora de organizar minhas finanças!”

Segredos da mente milionária é um Best-Seller americano. O autor propõe aos leitores uma reflexão sobre o que chama de “o seu modelo de dinheiro”, um conjunto de crenças alimentados desde a infância e que molda a forma como cada pessoa lida com dinheiro.

O que aprendi com o autor?

Ser grata por tudo o que tenho.

A administrar o meu patrimônio, de modo que eu saiba separar os meus investimentos de forma equilibrada. A priorizar o recebimento de passivos, que é o que nos fará enriquecer e nos dará a liberdade de, se quisermos, deixarmos de trabalhar como meio de sobrevivência. Alcançando a tão sonhada independência financeira.

Mudar a minha visão acerca do dinheiro.

Compreendi que o modelo de dinheiro é determinado por tudo o que ouvimos no passado, as experiências que tivemos em relação ao dinheiro e principalmente a educação financeira dos nossos pais e/ou por quem fomos criados. Quem por exemplo já ouviu:

  • “Dinheiro não é capim!”;
  • “Dinheiro não dá em árvore!”;
  • “Os ricos são gananciosos. São desonestos”;
  • “Temos que ter só o suficiente para viver. Mais do que isso é cobiça!”

E por ai vai…

Eker mostra o caminho como substituir uma mentalidade destrutiva, que você talvez nem perceba que tem, pelos “arquivos de riqueza”, 17 modos de pensar e agir que distinguem os ricos das pessoas de mentalidade pobre. Como por exemplo:

  • “As pessoas ricas acreditam na seguinte ideia: Eu crio na minha própria vida. As pessoas pobres acreditam na seguinte ideia: Na minha vida as coisas acontecem.”
  • “As pessoas ricas põem o seu dinheiro para dar duro para elas. As pessoas de mentalidade pobre dão duro pelo seu dinheiro.”
  • “As pessoas ricas agem apesar do medo. As pessoas de mentalidade pobre deixam-se paralisar pelo medo.”

Recomendo

Os segredos da mente milionária é uma quebra dos velhos conceitos sobre dinheiro, baseado na adoção dos hábitos das pessoas bem-sucedidas. E já ando aplicando algumas das orientações na minha vida :)