Me, myself, and I.

Sem medo

Vai ter dias em que eu vou te ligar, querendo saber do seu dia e tudo mais. Vai ter dias também em que minhas respostas a suas perguntas serão somente “sim”, “não”, “talvez”. Vai ter dias em que você vai se glorificar aos seus amigos dizendo que conseguiu me entender, mas vai ter dias também em que você vai chegar do trabalho e eu não vou nem querer te ver. Vai ter dias em que eu vou querer viajar, conhecer o mundo, mas ao mesmo tempo, eu vou querer ficar e terminar minha série da Netflix. Vai ter dias em que irei satisfazer todas suas fantasias sexuais, mas também terá dias que a “foda” será somente um mamãe e papai. Vai ter dias que eu limparei a casa com o som no ultimo volume e rebolando até o chão, assim como terá dias em que eu ficarei no sofá reclamando da louça suja na pia. Eu gosto de atenção, mas não quando ela é demais. Eu sou uma montanha russa, na verdade uma roleta russa, você nunca saberá quem a bala irá acertar. Nem todo mundo tem coragem de brincar de roleta russa, assim como nem todo mundo consegue me aturar. Aqui tem que ter coragem pra conseguir seguir em frente, e quando eu vejo que tem esforço, até quebro minhas barreiras, e dou uma chance pro sujeito, afinal, deve ser um cara de respeito.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Amanda Rita’s story.