10 Coisas ruins que a religião ensina sem percebermos, mas que aprendemos!
Alvaro C. Adriano
7811

Acho que você não entende nada de religião e nem do porque da existência delas, já que Deus não instituiu nenhuma. É preciso ter um pouco de conhecimento da história da humanidade e das próprias religiões para poder entender a sua necessidade, independente da má utilização que muitas vezes é feita delas (mas isto acontece com os cargos públicos, com os cargos nas empresas, com as posições nas famílias, etc.etc, não é privilégio das religiões). Quanto a Deus, com exceção daquele descrito nos livros sagrados das religiões que exterminava outros exércitos, não prega nada do que você coloca. E para aqueles que vão criticar por conta deste extermínio, é preciso entender que a humanidade evoluiu, mas nos tempos antigos, Deus tinha que ser uma entidade que defendia seu povo e que o principal motivo das guerras era a sobrevivência. É preciso, portanto, fixar os dizeres dos livros sagrados em sua época. E por último, o homem é tão insignificante, que não consegue preservar sua própria vida, haja visto que está sujeito a desastres aéreos, doenças e ser vítima de outros homens. Mesmo que haja um milhão de invenções, e os filmes futuristas provam isto, pois os filmes futuristas do passado mostravam coisas que hoje são realidade e os atuais serão realidade no futuro, a morte do corpo físico não conseguirá ser extirpada, portanto, não somos seres criadores de nada que não seja material e que irá desaparecer ou se transformar de alguma forma, inclusive nós mesmos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.