Na batalha em que todos lutam para se diferenciar, gente que estuda pouco, produz pouco conhecimento, mas tem ótima performance de palco é admirada. Enquanto os eventos lá de fora são marcados por salas forradas, os daqui concentram mais gente no bar, como se não houvesse mais nada a aprender. O networking acaba prevalecendo sobre o conhecimento e a busca por ser VIP liga o “important” a quem se conhece, não na contribuição para a comunidade. Sendo que há muitas formas de se contribuir.
Sobre Ovos e Hackear Pessoas
Carlos Cabral
526

É muita autoridade sem lastro, ~a gente somos~ muito ruins em estabelecer critérios de sucesso. Do carro que a gente anda, à pizza de 80 reais que a gente come na pizzaria da moda às celebridades que a gente idolatra, estamos cercados de “produtos” de segunda posando de carne de primeira.

Esse texto não é só excelente como necessário. Se um dia inventarem uma carteirinha de internauta, espero que esse texto caia na prova para tira-la!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.