A vida é curta…

Não sabemos por quanto tempo estaremos vivos, nem quando as pessoas ao nosso redor irão morrer… Pensando assim, não te parece meio incabível fazer planos?! Deixar de viver o hoje… o agora, pensando no amanhã… mas e se o amanhã não existir mais para você… para mim… você realmente viveu? Você realmente aproveitou? Ou você apenas sobreviveu? Apenas esperou pelo amanhã? Você fez alguém feliz? Você fez a diferença na vida de alguém? Você tem histórias para contar? Daquelas épicas, que fazem o ouvinte se sentir vivendo aquela experiência… Você sofreu? Porque se não tiver sofrido, você não viveu… o sofrer é o que te causa as maiores cicatrizes, mas também, é o que mais te ensina a viver… você já se encontrou? Você realmente faz o que gostaria? Você já largou tudo pela sua felicidade? Já percebeu que o que era felicidade ontem, hoje já não é mais? Eu não sei quem sou… tampouco o que quero para mim… mas sei que a cada dia, ando mais perto de descobrir… pelo simples fato de não ser uma necessidade descobrir, mas sim, um prazer!!!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.