Ela!

Ela não é um prato que se come frio…

Porque de frio já bastam seus olhos e palavras quando querem magoar.

Ela não é para os preguiçosos…

Porque a conquista diária necessária para acessar seu coração, demanda tempo e vontade.

Ela não é uma música calma tocando em um dia nublado…

Porque na sua intensidade, a calmaria se assusta e pede trégua.

Ela é um dia de sol em um inverno rigoroso e chuvoso…

Ela é a roupa sequinha após um banho de chuva no inverno…

Ela é a última frase daquele livro favorito…

Ela é tão ela…só dela…e de mais ninguém!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.