Curadoria Digital

Só podemos começar a falar de letramento digital se entendemos as formas pelas quais nosso conteúdo digital pode ser armazenado, achado e analisados. E a realidade é que a maioria dos profissionais ainda não entende a lógica do digital para organizar seu conteúdo na nuvem de forma que faça sentido.

Abaixo o PEN DRIVE, o objeto mais anti-higiênico e com a maior probabilidade de perda da face da terra. Quantos pen drives você já perdeu, esqueceu em algum computador ou perdeu o acesso por causa de um bug? Vou fazer uma aposta que já foram alguns em sua vida digital.

Colocar também conteúdo no rascunho do email ou em um documento do Word não vai ser muito útil quando a ideia é que o que guardamos seja extensão de nosso HD externo e que seja recuperado em segundos e não a gente tentando se lembrar,

Onde mesmo que coloquei tal link, texto ou vídeo incrível que tinha visto?

Parte de ser profissional hoje é navegar entre o analógico e o digital. É saber onde achar a informação em segundos. É utilizar-se de plataformas e serviços que trabalham por você. Só assim a fluência digital desse profissional vai dar uma forcinha na tão sonhada eficiência e produtividade.

E aqui estão algumas plataformas que nos ajudam na tarefa de arqueologia e curadoria digital.

http://popplet.com/app/#/3951536

A lista certamente não poderia estar completa porque o que não falta são ferramentas digitais que prometem nos ajudar a achar e organizar esse emaranhado digital.

Tudo é uma questão de preferência, contexto e perspectiva.

Incluímos alguns que achamos úteis no meio educacional, mas temos a certeza que um designer, um arquiteto, um engenheiro de drones, ou um chef especializado em impressão 3D podem achar outros recursos, mas também podem beneficiar-se de nossa listinha.

E aqui nossa discussão sobre o assunto:
http://amplifica.org/ampliflix/ampliflix_curadoriadigital/

E você, como organiza seu conteúdo digital e quais são suas plataformas e ferramentas digitais favoritas?