Te deixei ir

Quando menos queria

Te deixei ir

Por pura burrada do coração

Por medo de permanecer

Diria até, que por covardia

Te deixei ir

E agora estou aqui rezando pra você voltar

Querendo poder te ter

Mas isso seria mesmo impossível

Você se foi

Agora o orgulho grita bem mais alto do que as palavras que tenho pra te dizer

Você vai sem olhar pra trás

Creio eu, que pensando no meu silêncio

E no que ele, pra você, não significa

Talvez até pense que ainda te deixo ir

Enquanto imploro em silêncio que você não vá

Por favor não me deixe

Me dê só mais uma chance

Me faça sorrir mais uma vez

Me perdoe

Por ter te deixado ir

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.