O negro no Brasil

O racismo está presente no mundo a muito tempo, e no Brasil não é diferente. Desde a época da escravidão até os dias hoje, a raça negra vem sendo tratada com inferioridade por muitos, e quando conseguem um lugar de destaque, é sempre vítima de injustiças ou maldades.

O negro sofre preconceito desde que nasce. Os pais sofrem preconceito. O estudo é sofrido, durante todo o processo de ensino. E quando finalmente chegam a faculdade, tem acesso as cotas raciais, o que os torna mais vitima de racismo ainda quando aqueles que não tem direito a cota dizem que os negros estão tomando os lugares deles (brancos) e que isso é injustiça. Depois de uma formação, a luta é pior quando de trata de lugar no mercado de trabalho. As empresas (sem generalizar, mas a grande maioria), infelizmente, privilegiam um branco sem estudo a um negro estudado e bem formado. Hoje já temos muito cargos ocupados por negros, mas a maioria desses cargos é aqueles que ficam “atrás das câmeras”. São cargos, na sua maioria, no setor administrativo, como é o caso do jornalismo.

Recentemente tivemos casos de jornalistas que sofreram casos de racismo somente por estarem expostos á mídia. Apresentadores de bancadas de jornais de exibição nacional sofrem diariamente violência em suas redes sociais e na vida particular. Em programas esportivos também tivemos muitos exemplos. Inclusive atores de grande exposição.

Mesmo com o negro conquistando seu espaço, ainda há muito que ser feito, pois ainda estamos muito longe de estarmos no lugar ideal. Recentemente também, na premiação do Oscar, houve manifestos sobre a falta de negros nas indicações. Em nenhuma categoria teve algum negro indicado, e muitas dessas categorias são as que os jornalistas ocupam. O negro não tem voz no mundo, e no Brasil também não, mesmo num país com tanta diversidade.

O caminho é longo e difícil, mas é preciso mudar na educação. As crianças de hoje tem de serem conscientizadas a respeito de tolerância racial a respeito de tolerância racial, religiosa, política e sexual. O Brasil é uma potencia mundial, mas se os EUA que é um país que sofreu e anda sofre com racismo, maior potencia do mundo tem um negro como presidente, como homem mais importante do mundo, por que nós também não conseguiríamos?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.