Ana C Moura
Ana C Moura

Ana C Moura

Escrevo rascunhos de palavras à espreita no peito, um sentir qualquer e sem nome.