“Você parece uma boneca”

Então, é por isso que sempre brincaram comigo? Uma boneca real, não da realeza, mas da realidade. Boneca que fala, faz e sente. Ou melhor, falava, fazia e sentia. Mataram aquela boneca. Bonecas não foram feitas para enfrentar a crueldade de pessoas que nunca souberam que pessoas, mesmo boneficadas, sangram.