É verdade a liberdade me fascina. Não só a liberdade mas a coragem para ser o que é e o quero ser. Todos os sonhos da gaveta. Escondidos, apertados no peito, com vontade de gritar. De expulsar esses demônios de debaixo da cama. 
 Se libertar. Acreditar. Ser.
 Quero correr na chuva, quero me orgulhar de mim. Quero falar o que penso. Explodir e não implodir.
 Errar e ser feliz como nunca.
 Quero cor, quero flor e amor.
 Tirar todos os nós do peito e transformar este amontoado parado numa pessoa. 
 Quero mais.

Originally published on Tumblr

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ana Clara Melo’s story.