Questionamentos da vida privada

“O que há de errado?“ Todos perguntam.
“Por que está assim? Por qual motivo?“ Eu não sei. Está tudo bem, está tudo bem. Repito isso como uma prece. Repito até me convencer que é verdade. Não há nada de errado, não há reclamações, não há algo. É o constante nada devastador dentro de tudo. É a explosão dentro de mim, cheia e insaciável.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ana Clara Melo’s story.