Uber e os motoristas surdos

Se você ainda não ama esse serviço veja esse vídeo.

A versão brasileira desse vídeo eu vi por esse post da página de Intérprete de Libras de Bauru. É muito bacana. Principalmente por essa parte a seguir:

a uber tem um compromisso mundial de criar um ambiente inclusivo
isso significa criar oportunidades de geração de renda para pessoas com deficiência auditiva.

Não estamos falando de preencher uma cota por obrigação sem se preocupar com treinamento para o colegas de trabalho. Não estamos falando em ter uma indicação (muitas vezes não verdadeira) de “Sei falar Libras” em um crachá que só serve para ilustrar uma norma que deveria ser seguida. Não estamos falando da inclusão no papel.

Estamos falando da empresa que tem um dos aplicativos mais baixados de 2015. Estamos falando da empresa que cresce 30% ao mês no Brasil de 2016. Estamos falando da empresa que pretende adicionar 50mil motoristas em sua base até o fim do ano. E — por quê não? — motoristas surdos.

Descrição da imagem: uma mão segura um celular no qual podemos ler na tela do aplicativo Uber "Seu motorista é surdo ou tem dificuldade de audição. Por favor coloque o seu destino para que sua rota seja definida quando Larry chegar."

Estamos falando de uma mudança da programação de produto em plena expansão. Uma adaptação pensada para dar autonomia aos surdos, segurança aos ouvintes e conforto para esse encontro. Soluções inclusivas.

Não tenho números de resultado do Uber para comprovar, mas eu aposto quanto você quiser que:

  • eles não fizeram isso a toa
  • eles vão ter mais motoristas, logo, mais corridas, logo, mais lucro
  • pode até ser que alguém ainda prefira chamar um taxi mas, em termos de reputação, uma atitude assim ganha mais pontos que qualquer descontinho vazio de 10%.

Pelo menos o meu coração, já ganhou. E o seu?