Viajar sozinha é para você?

Existem inúmeros motivos para as mulheres viajarem sozinhas e outros tantos que as impedem de colocar o pé na estrada. Você pode estar nos seus 20 e poucos anos e se indagar se deve mesmo viajar sozinha, ou pode ter acabado de se aposentar e vislumbra a possibilidade de desbravar o mundo desfrutando da própria companhia. Tanto faz. Uma coisa é certa: a primeira vez a gente nunca esquece.

“Conhece-te a ti mesmo”, dizia o filósofo grego Sócrates. Conhecer a própria personalidade, gostos e manias é essencial para decidir se é chegada a hora de viajar sozinha. Para se sentir bem viajando sozinha é preciso, antes de mais nada, gostar de fazer outras atividades em sua própria companhia.

  • Você gosta de realizar atividades sozinha como ir ao supermercado, padaria, comer fora, ir ao parque, passear no centro da cidade?
  • Você se sente suficientemente desinibida para pedir informações na rua em qualquer idioma, mesmo que não seja fluente?
  • Você se sente aberta para conversar com estranhos em qualquer situação?
  • Você confia nos próprios instintos e consegue resolver problemas sem ajuda?
  • Você se sente confiante mesmo quando atrai olhares curiosos na rua e em restaurantes?
  • Você consegue se desvencilhar de abordagens inconvenientes?

Se você respondeu sim a maioria das perguntas sem pestanejar, vá em frente! Se você disse não, talvez, não sei, pode ser…vale a pena fazer uma reflexão.

Comece devagar. Experimente fazer atividades sozinha em sua cidade. Pode ser uma atividade por dia, ou uma por semana. Pode ser aquela sessão da tarde no cinema sozinha, ou um almoço no restaurante por quilo. As mais ousadas podem ir direto para um jantar sozinha. O importante é sair da zona de conforto. A magia acontece fora dela.

Tenha em mente que viajar sozinha não significa se sentir solitária e não interagir com as pessoas. Aliás, o grande barato de viajar sozinha é justamente a possibilidade de dosar momentos só seus com experiências com outras pessoas. Viajar sozinha significa você no comando! Existem muitas maneiras de conhecer outros viajantes e de interagir com os nativos. Mas este tema merece um post longo.

E você, já viajou sozinha ou pensa em viajar sozinha? Para onde?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.