Fūrin (風鈴) significa literalmente “Sinos de Vento” e tem origem chinesa. É um objeto simples que se caracteriza na maioria das vezes por uma esfera ou cilindro de vidro, cerâmica, metal, bambu, madeira, etc. Dentro dele tem um pêndulo que balança ao sopro do vento, ecoando um som parecido como o de um sino. *

Há muito tempo desejamos um objeto desses aqui em casa. E finalmente conseguimos um.
Mas, uma noite dessas resolvemos amarrá-lo pois, durante uma ventania ele emitia um som muito alto e poderia incomodar alguém. E esquecemos dele ali, amarrado.

Os dias se passaram e um barulho começou a me incomodar. Não dava para entender de onde vinha. Era um som desajustado e desencontrado.

Quando silenciado a gente simplesmente se esquecia dele. Vez ou outra o barulho esquisito voltava.

Esse barulho era do "Sino dos ventos" amarrado. E ele fazia esse barulho esquisito simplesmente porque não foi feito para ficar amarrado.

E quantas vezes na nossa vida agimos como sinos do vento amarrados? Ora silenciamos diante do mundo ora emitimos sons desencontrados que não levam mensagem alguma a ninguém. Tudo isso por medo que o nosso som simplesmente incomode alguém.

Mas engana-se quem pensa que o Furin é apenas um objeto decorativo. Quando ele foi trazido ao Japão, acreditava-se que ajudava a proteger as pessoas contra todos os tipos de males, além de ajudar a afugentar os maus espíritos.*

Solte-se ao vento, receba as bençãos que vem até você e principalmente nunca deixe de emitir seu som, sua mensagem. Viva sua essência, somos únicos e insubstituíveis, isso é o que te faz mais bonito. Nada pior do que sair por aí emitindo sons desencontrados por medo de ser quem se é.

Ana Paula AC

* trechos retirados do site 
http://www.japaoemfoco.com/furin-os-tradicionais-sinos-de-vento-do-japao/#