Puzzler Udacity VR Developer Anderson Souza

Introdução

Com o intuito de aperfeiçoar minhas habilidades em teste de usuário, iteração e design de projetos em realidade virtual, desenvolvi um simples quebra cabeça onde o usuário é levado a um calabouço, com ambiente sombrio e mágico, onde ele terá que resolver o quebra cabeça para sair deste calabouço. Dentro do calabouço existem 5 esferas que serão acesas em uma sequência determinada, e o usuário terá que seguir o padrão que foi apresentado para que ele possa ser bem sucedido, e então, sair para fora do calabouço pela porta dos fundos. Ao sair do calabouço será apresentado uma tela onde o usuário poderá executar novamente a aplicação.

História do processo

Declaração de Propósito: Puzzler é um aplicativo mobile de realidade virtual que apresenta um quebra cabeça no estilo “siga o mestre” onde os usuários devem resolver o desafio seguindo uma ordem específica para que possam alcançar o objetivo e vencer o jogo.

Esboço

Abaixo é possível ver alguns esboços do processo de desenvolvimento, bem como imagens do editor antes da finalização do projeto.

Persona

O usuário que utilizei para criar este passeio foi o Eduardo. Eduardo tem 26 anos, trabalha como gerente executivo e é um grande entusiasta no que tange a tecnologia, sempre buscando conhecer novas tecnologias e tendências de mercado. Gosta de desafios e utiliza seu smartphone para praticamente tudo. Ele nunca experimentou a realidade virtual, embora já tenha ouvido falar sobre esta tecnologia.

Resultados e iterações de testes com usuários

Utilizei minha amiga como ‘cobaia’ para testar minha aplicação. Foram realizados 2 testes, abaixo temos o que ocorreu em cada um

Legenda: P — Pergunta | R — Reposta

1º Teste

P: Como você se sente dentro deste mundo? Se sente normal, grande ou pequena?

R: Me sinto pequena (embora eu não seja tão grande assim), mas pareço uma criança aqui.

P: Como você descreveria o local que você está vendo?

R: Parece um calabouço ou algo do tipo, as luzes dão um toque mais sinistro ao ambiente.

P: Você se sente desconfortável em ver alguma coisa nesta cena?

R: Não, está tudo bem visível, só meu tamanho que está diferente do mundo real.

A partir deste teste, pude então perceber que a cena estava muito grande, o que dava a impressão que o usuário era muito pequeno, então, fiz alterações para adequar o tamanho da cena.

2º Teste

P: Como você se sente quando a câmera se movimenta?

R: Da um pouco de enjoo no começo, acho que está muito rápido.

P: Está claro o objetivo da aplicação para você?

R: Sim, pelo que entendi você precisa seguir o mesmo padrão que as luzes estão acendendo naquelas bolas ali na minha frente.

P: Como está a navegação de toda aplicação para você?

R: Está bem fácil, os botões são grandes e estão bem na minha frente, e as bolas também são grandes então dá pra interagir tranquilamente.

Baseado neste teste, pude ver que a movimentação de entrada e saída no calabouço estava muito rápida, causando náusea ao usuário, então diminui a velocidade com o intuito de diminuir o enjoo.

Análise detalhada do projeto final

Foram criados dois painéis para iniciar e reiniciar o jogo de forma que seja apresentado instruções básicas de como realizar esta operação. O tamanho do painel e distancia fazem com que seja fácil a leitura para qualquer usuário.

Para criar o ambiente da aplicação, foquei em torna-lo sombrio e um pouco mágico. A luz roxa que foi posicionada logo acima das esferas dão um efeito místico e também chamam a atenção do usuário para lá. Através de sons emitidos pelas esferas é possível o usuário seguir o padrão especificado pela aplicação. Quando o usuário move o visor para dentro de uma esfera, outro som é emitido dando o feedback que algo aconteceu graças a sua interação. O mesmo ocorre quando o usuário clica em uma esfera. Se o usuário errar a sequência, um som é emitido e a sequência será reiniciada.

Abaixo temos um vídeo demonstrando a execução da aplicação

Abaixo temos algumas imagens capturadas diretamente de um Smartphone

Conclusão
Através dos testes de usuário, planejamento e iteração, pude aperfeiçoar minha aplicação a fim de torna-la mais imersiva e ergonômica para o usuário. Por fim, pude criar um bom ambiente onde os usuários são capazes de interagir facilmente com os botões e outros meios de interação.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.