Pra que tanta pressa?

Quem tem pressa come cru e queima a boca!

Famoso e lindo ditado. Como a maioria dos mesmos, expressa de maneira popular a sabedoria humana. Pensa no seguinte: uma competição de corrida, os 100 metros, por exemplo, na qual todos os atletas precisam sair imediatamente após ouvirem o som do tiro de partida, que é o sinal dado para começar a prova.

Existem, entretanto, atletas que saem milésimos de segundos antes do tiro ser efetuado, caso no qual são desclassificados da competição. Nem choro nem vela podem mudar essa regra, e o esportista não pode competir novamente na mesma prova. Anos de treinamento que acabam perdidos em menos de um segundo.

Aí vêm, claro, as perguntas para nós: será que estamos esperando ouvir o tiro que indica o momento exato de iniciarmos uma atividade? Será que respeitamos o tempo adequado? Nosso tempo? O tempo da atividade? O tempo dos outros?

Tem vezes na vida que não esperamos, né? Existem situações nas quais iniciamos as atividades antes do tempo apropriado, agimos com ansiedade, e sofremos as consequências disso.

Você tem pressa de quê?

Já comeu cru?

Vai tirar esse bolo do forno antes de estar assado? Melhor não. Senão teu doce ficará mole mole mole… Pensa nisso.


Outro texto relacionado ao assunto pode ser lido aqui.