Chama

Entre mortos e feridos, encontro-me eu.

No escuro do silêncio.

Na agonia da insônia.

Na avalanche de pensamentos…

Quisera ser tudo um pesadelo. Mas, infelizmente, não é!

Recorrerei a mais um ópio para continuar de pé.

Queimando por dentro

uma chama intermitente.

Para depois renascer das cinzas,

como se fosse uma fênix-gente.

Like what you read? Give Andrea Mutti a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.