DIREÇÃO DE ARTE E PRINCÍPIOS DE DESIGN

Olá pessoal,

Estive estudando e buscando muito conteúdo sobre Design e Mercado durante estas semanas, e escrevi este post sobre Direção de Arte e Princípios de Design pois a procura é muito grande sobre Direção de Arte, princípios de Design e ideias de processos criativos. Então é isso espero que gostem do conteúdo, e que principalmente, você pode tirar algumas ideias daqui.

QUEM É ESSE TAL DE DIRETOR DE ARTE, E O QUE ELE FAZ?

O trabalho de Diretor de Arte em agências de publicidade consiste em desenvolver trabalhos de gerenciamento de atividades de Design, concepção artística e produção de peças audiovisuais, que podem abranger diversas áreas e nichos de mercado como, produções publicitárias para mídia impressa, e digital, televisão, internet, games e muitas outras.

O conhecimento em Princípios de Design, técnicas ninjas de tratamento e manipulação de imagem, audiovisual e multimídia, torna o profissional mais valorizado no mercado, e estes conhecimentos são imprescindíveis para quem deseja se tornar reconhecido no mercado. As novas mídias trouxeram grande necessidade de constante atualização profissional, e estudar ainda é a melhor forma de atingir o objetivo esperado.

Enquanto em agências de pequeno e Médio porte, o Diretor de Arte é encarregado de grande parte das tarefas como, criar Layouts, sugerir animações, acompanhar trabalho e direção de fotográfica, de ilustração, dirigir produções comerciais audiovisuais, orientar equipe de arte, alterar e corrigir layout, dele e de outros, quase 80% do dia J. Algo muito semelhante ocorre em outros países e em grandes agências, a diferença é que possuem premiações específicas para profissão, um tipo de OSCAR.

O diretor de arte não respira sem um redator ao seu lado, eles precisam estar em total sintonia e ter a mesma visão sobre os objetivos de uma determinada campanha, e qual meta traçar para cada projeto. Esta dupla de criação é responsável pelo sucesso ou ruína de uma campanha inteira.

ESSES PRINCÍPIOS DE DESIGN E ESSAS LEIS FUNCIONAM MESMO?

São 5, os princípios básicos do Design. Que além de texto e imagens usadas, no Design existem alguns princípios e leis muito utilizados para comunicar uma mensagem de maneira eficaz. A maneira como se utiliza estes princípios determina o escopo geral do projeto e afeta a mensagem que se deseja passar através da peça gráfica.

Os princípios básicos de Design podem ser aplicados em qualquer projeto, e a maneira como é executado define a eficácia da mensagem e o quanto atraente o Design é. Não existe uma padronização de aplicação destes princípios, senão, tudo seria igual ainda!

Os Princípios Básicos são: Alinhamento, Balanço, Contraste, Proximidade, Repetição/Consistência. Abaixo tem uma breve descrição sobre cada um deles

ALINHAMENTO

O alinhamento coloca ordem na casa, ajuda a organizar componentes similares, cria conexões visual e grupos. Um bom alinhamento deve passar despercebido ao olhos de quem observa.

Exemplo de DESALINHAMENTO no layout

Exemplo de ALINHAMENTO no layout

BALANÇO

Da mesma forma que balanceamos nossa alimentação super-saudável, o Balanço no Design igualmente importante. Geralmente, ele tira tida tensão e deixa o layout mais dinâmico. Inicialmente existem 3 tipos de Balanço no Design, que abordaremos futuramente, são eles:

  • Simétrico;
  • Assimétrico;
  • Radial;

Exemplo de layout SEM BALANÇO

Exemplo de layout COM BALANÇO

Sempre lembrando que todo elemento gráfico possui um peso visual e você saberá a hora de organizá-los.

CONTRASTE

O contraste ocorre ao inserimos 2 ou mais elementos com escala e tamanhos diferentes em um determinado layout. O correto a fazer, é tornar evidente essa diferença, fazer com ela seja óbvia.

Exemplo de layout SEM CONTRASTE

Exemplo de layout COM CONTRASTE

PROXIMIDADE

A proximidade cria um vinculo entre elementos da mesma página. Elementos próximos geram aparente relacionamento entre si.

Exemplo de layout SEM PROXIMIDADE

Exemplo de layout COM PROXIMIDADE

REPETIÇÃO | CONSISTÊNCIA

A repetição gera consistência nos projetos, imagine criar uma identidade visual para cada página web da mesma empresa, ou como seria se a PEPSI, s COCA-COLA ou a McDonalds tivesse uma identidade em cada país? Pois é, seria difícil gerenciar tudo isso!

Repetir elementos gráficos ou Layouts ajuda a criar padrões de reconhecimento e uma experiência consistente em diversos trabalhos.

Exemplo de layout SEM REPETIÇÃO E SEM CONSISTÊNCIA

Exemplo de layout COM REPETIÇÃO E CONSISTÊNCIA

DEFINIÇÃO DE PRINCÍPIOS PARA PROJETOS GRÁFICOS

O maior desafio encontrado em projetos gráficos, é linha de pensamento do artista em relação a direção de arte que será aplicada durante todo o projeto gráfico ou digital. Ocorre que muitas das vezes o profissional acaba perdendo a direção e quebrado toda a harmonia do layout. Listamos alguns itens para auxiliar em todo o projeto, do planejamento a e execução da ideia. Vejamos os itens:

PLANEJAMENTO

Nesta etapa é definida a ideia geral e os objetivos de forma eficiente e completa para criação/produção do projeto gráfico ou digital, junto com os clientes, usuários e stakeholders (é uma pessoa ou grupo que possui participação, investimento ou ações e que possui interesse em uma determinada empresa ou negócio).

GRAU DE IMPORTÂNCIA

Todo elemento gráfico deverá ter ligação com a proposta do projeto.

Não existe tipografia, espaço, ilustração boas ou ruins. Existem projetos certos para cada uma das propostas.

Pense no projeto como um meio de comunicação direto e fixo.

Clareza, organização e simplicidade são tão importantes quanto o conteúdo. Se tudo falhar só o conteúdo pode te salvar.

Ideias importantes devem ser valorizadas, para o sucesso do projeto.

PROPORÇÃO IDEAL

O sucesso do projeto gráfico depende de uma boa diagramação, ou seja, criar ligações, e links entre cada elemento disposto a sua volta.

DETALHE

Ignorar os detalhes, por menores que sejam pode arruinar a diagramação do projeto.

RESTRIÇOES

Escolha criteriosamente cada componente do seu layout, da tipografia a cor, do papel a tinta.

DIREÇÃO

Guie o leitor através de todo o layout.

COERÊNCIA

O grande desafio é equilibrar a abrangência visual por meio da coerência.

Coerência, na definição das margens, tipografia, repetição de componentes, colunas, cores. Lembre-se que o previsível e o simétrico em excesso geram tédio visual.

CONTRASTE

O contraste é responsável pela intensidade e equilíbrio na publicação. Cada página apresenta suas áreas bem definidas, com espaços em branco e ilustrações.

Uma imagem em proporção maior que outra na mesma página, deve ser projetada para realmente em contraste, isso deixa o layout mais interessante.

Projetos gráficos interessantes e eficientes são baseados no equilíbrio, contraste e coerência.

CONCLUSÃO

Por meio destes princípios você já pode criar peças incríveis e faturar muito com Design. Você pode combinar várias metodologias e processos de criação, esta é apenas uma entre tantas existentes, espero que te ajude de alguma forma.

Bem pessoal é isso espero que tenham gostado de mais esse post aqui do blog, se você quiser indicar ou enviar artigos, sugestões, dicas e críticas fique a vontade, esses são os endereços: cafeteiradeideias@gmail.com | blog@cafeteiradeideias.com.br.

Dá uma forçinha pra gente e compartilha o blog e os artigos com seus Amigos.


Originally published at cafeteiradeideias.com.br on August 19, 2015.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.