about: Overwatch

Cheers, Love! The Cavalry’s Here!

Intro

Overwatch em seu core é um jogo de trabalho em equipe, duas equipes de seis jogadores cada disputam partidas que podem ser de quatro modalidades: Assault, Control, Escort e Hybrid.

O modo Assault envolve uma equipe defendendo um ponto A da equipe oponente, se este ponto é conquistado pelos invasores é liberado um novo objetivo, o ponto B. A equipe defensora é considerada vitoriosa se o segundo ponto não for invadido, sendo assim a tomada do ponto A é ignorada.

O modo Escort é semelhante ao Assault, porém invés de dominar áreas a equipe invasora precisa guiar uma carga pelo caminho principal do mapa, esta é movida apenas quando um jogador da equipe invasora está próximo. A equipe defensora é considerada a vitoriosa se a carga não chegar até o ponto de destino.

O modo Hybrid mistura ambas as modalidades anteriores: é necessário dominar o ponto A para que seja a liberada a carga que será guiada. O que define a equipe vencedora é o mesmo critério do modo Escort.

O modo Control é mais simples, são disputas mais rápidas, “rounds”, onde uma região do mapa precisa ser conquistada por um dado período de tempo por uma das equipes, os mapas são simétricos dado que o objetivo por parte das duas equipes é o mesmo (não apresentando a assimetria de equipe defensora contra equipe invasora das outras modalidades). A partida consiste de três rounds, sendo necessário ganhar dois deles para a vitória da partida como um todo.

Cada mapa do jogo é localizado em uma região do mundo, Japão, Rússia, Estados Unidos, Nepal, etc. E ele também suporta apenas uma das modalidades, ou seja: um mapa que é de Control e tem localização baseada na Grécia não será reutilizado para um modo Assault ou Escort.

Dadas as modalidades de jogo o mais natural a ser abordado em seguida seriam os Heróis (como são chamados os personagens do jogo), e nisto uma das guidelines de level design do jogo é bem clara: “It’s all about the heroes”.

Aos 12:21 do vídeo:

We must always remember that this is a game about Heroes first and foremost. With that in mind, each map needs to fade into the background a bit. The heroes are the lead actors in our movie and the maps are there to support the Heroes and make them seem even more awesome. Because we’re so focused on the Hero each level should be built in a way that allows players to figure out awesome sandbox moments. The maps should create as much opportunity as possible for players creativity with heroes abilities. Up close and personal spaces will highlight the flavor and personality of each hero.

o que pode ser traduzido livremente como:

Devemos sempre lembrar que este é um jogo sobre Heróis acima de tudo. Com isso em mente, cada mapa deve ser deixado levemente em segundo plano. Os Heróis são os atores principais no nosso filme e os mapas estão para ajudá-los e fazerem-nos parecer ainda mais incríveis. Por estarmos tão focados nos heróis cada fase deve ser construída de forma a permitir os jogadores descobrirem incríveis momentos de sandbox. Os mapas devem criar o máximo de oportunidades para os jogadores usarem criativamente as suas habilidades. Lugares próximos e pessoais irão destacar as nuances e personalidades de cada Herói.

A melhor coisa de Overwatch são seus personagens, a forma como o jogador interage com o mundo é definida pelo herói escolhido. É impossível desassociar a movimentação, forma de atirar e habilidades de seus respectivos personagem. Eles são tão carismáticos (se você pesquisar “carismático Overwatch” no Google vai ver que esta é uma associação trivial) que mesmo quem ainda não jogou já conhece alguns personagens do elenco, algo que antigamente só acontecia com jogos de luta (seus pais devem saber quem é o Blanka ou o Raiden). É possível afirmar que os personagens são um bom motivo pelo qual novos jogadores são atraídos ao jogo.

Invés de explicar cada um deles e as diferenças é possível associar as suas relações à mecânica de jan ken po, também conhecido como pedra-papel-tesoura (rock-paper scissors), algo comum em jogos onde um personagem/classe/papel é melhor contra outro porém frágil contra um terceiro. Certos heróis realizam melhor certos papéis como curar, atacar, defender e flaquear do que outros. Para uma boa equipe é necessário primeiramente se identificar o objetivo e com isso diversificar a composição com o objetivo em mente.

um diagrama de Venn tosquinho com algumas rotulações de papéis, não concordo tanto mas dá pra ter uma idéia

E é aqui, companheiros e colegas, que é necessário respirar fundo e ter muita calma.

Overwatch é um bom jogo, porém suas falhas estão nos jogadores.

Entre as maiores frustrações que encontrei ao jogar Overwatch foram os jogadores, a princípio parecia um problema de estar jogando com iniciantes e que seria sanado quando o sistema de matchmaking me colocasse com jogadores mais experientes, mas adivinha? Pois é.

No episódio recente do Extra Credits é abordado o “Efeito Cobra” (The Cobra Effect), um caso que ocorreu na Índia e gerou o termo técnico para o problema. O efeito cobra acontece quando os incentivos dados visando solucionar um problema gera efeitos diretamente opostos ao planejado. O relatado é que para evitar que Delhi piorasse com a proliferação de uma espécie de cobra venenosa da região o governo resolveu fornecer um abono em troca das serpentes mortas, o que levou a criadouros de cobra (olha só hein?), o que levou ao cancelamento da recompensa, o que levou o governo a cortar o programa, o que levou aos criadores de cobra putos da vida soltando as cobras por aí , o que levou a uma infestação muito maior de cobras do que a situação inicial ¯\_(ツ)_/¯.

Por mais que o jogo te dê um objetivo a ser conquistado dentro de um tempo limite é possível afirmar que certos jogadores não querem seguir um “melhor caminho®” para a vitória. Talvez ele queira jogar apenas um personagem para ser melhor com ele. Talvez ele esteja buscando algum achievement. Talvez ele não esteja fazendo as coisas por maldade, só esteja aprendendo a jogar agora. Talvez seja algum amigo jogando na conta dele. Talvez o que você ache ser “o melhor caminho®” para ele seja só um plano muito ruim. Não dá para saber o que leva os jogadores a fazer o que fazem. Porém uma coisa Overwatch não faz adequadamente: fornecer incentivos e recompensas. Abaixo listo algumas peculiaridades do jogo:

  • Ao fim de cada partida é mostrado um replay, o “Play of the Game” com a melhor jogada, que geralmente é alguém matando várias pessoas em sequência, raramente alguém que curou os aliados ou protegeu os parceiros com um escudo.
  • No final da partida é possível votar nos melhores jogadores, os que curaram mais, mataram mais inimigos ao todo/em sequência, bloquearam mais dano com escudo… Porém isso só conta para um herói, nunca para a partida como um todo. Por mais que esse voto não resulte em nada no jogo (dinheirinho virtual ou itens), sendo apenas um “tapinha nas costas
  • O “ult”/ultimate é a habilidade mais forte e impactante de cada herói, ele é carregado com o tempo e causando dano aos inimigos, para os heróis de cura também é possível fazer a barrinha de loading chegar no 100% mais rápido curando seus aliados.
  • O jogo dá mais experiência para subir de nível se dentro do seu time o jogador ficou entre os que melhor desempenhou o papel de curar, causar dano, matar inimigos ou tempo de objetivo.

Todos esses incentivos são de grande influência para que o jogador jogue a partida inteira com o mesmo herói. Se ele já tem por volta de 80% da barrinha do ult carregada fica complicado ele trocar de personagem, é melhor ele esperar mais 20 segundos e usar sua habilidade fodona, já que ao trocar de herói a barrinha volta para os 0%. E talvez a suposta “culpa” disto tudo não seja do jogador, não é que ele não ligue para ganhar a partida tanto quanto o outro cara que está xingando no chat, o jogo simplesmente não incentiva a mudança, some isso aos personagens carismáticos/favoritos e você tem uma combinação infalível para a derrota.

Resumão: se o seu oponente tá jogando tesoura, é melhor você parar de ficar perdendo tempo jogando papel e mudar pra pedra, que tal?

Resumão em GIF:

Extra

Ao subir de nível o jogador ganha uma Loot Box, uma caixinha surpresa com quatro do que pode se chamar de “itens” para os personagens. Ao todo são mais de mil itens que não melhoram com “poder” os personagens, apenas permitem mais personalização. Não querendo discutir sobre preços e sobre a loja interna com a ofertas que vão de 2 caixinhas por 2 dólares até um pacote com 50 caixinhas por 40 dólares, mas por ser aleatório pode ser que na caixa venha itens de um personagem que o jogador ainda não use, mas pode dar uma chance graças a esse incentivo. E por mais que itens repetidos virem créditos para você comprar os itens que realmente deseja, tal aleatoriedade também é igualitária, lembrando o quanto do jogo se perde ao utilizar somente os mesmos personagens.

Minha dica para quem for jogar é: você não precisa ser bom com todos os heróis, mas…

  • se for jogar quick match, tente saber o quê cada um dos heróis faz.
  • se for jogar ranked, saiba tapar um buraco no seu time, jogue bem com um personagem de cada classe e GL HF!