Altares de Conquista

Quando levantamos um altar de conquista, ele serve para estabelecer um território ou para proteger uma herança. Quando o povo Deus passou o mar vermelho logo, fizeram um altar de conquista á Deus.

O maior altar de conquista foi a cruz do calvário.

Toda promessa de Deus é uma herança, temos que nos apossar das nossas heranças.

2 Crônicas 20:1–30

A primeira coisa que precisamos saber é que, Satanás quer nos tirar da nossa posição em que estamos, primeiro com falta de identidade, a segunda maneira é nos fazendo retroceder, mas como? Com o medo, medo da batalha, medo da derrota, medo de avançar, medo de várias coisas.

Satanás levantou dois povos para ir contra o povo de Judá.

De onde saíram estes povos? Vejamos: Em Gênesis, Abraão recebeu uma palavra para sair da sua casa, e da sua parentela, porem Abraão saiu e levou seu sobrinho Ló. Em um determinado ponto Ló se apartou de Abraão e foi para Sodoma e Gomorra.

Sodoma e Gomorra tinha uma iniquidade sexual, a tal ponto em que Deus resolveu destruí-la, Sodoma e Gomorra é lugar de corrupção. Quando Abraão tirou Ló da cidade que iria ser destruída, as filhas de Ló, com medo de perder a linhagem das suas famílias, tiveram relações com Ló, elas saíram daquela terra porém já estavam infectadas pela iniquidade daquela terra, ambas deram a luz, que depois tornou-se o povo que se levantaria contra Judá.

Os dois povos que se levantaram contra Israel eram povos corruptos nascidos de Sodoma e Gomorra, com um DNA corrupto.

Agora: Como levantar um altar para proteger o que Deus lhe Deus, e estabelecer um altar de conquista? Vejamos como Josafá agiu:

1 —Josafá começou a buscar ao Senhor.

Deus está esperando que você se levante e tome uma posição. Deus te leva ao extremo para provar a tua pretensão, até termos somente uma saída: Buscar a sua face.

Todo altar de conquista começa com uma busca de todo coração.

Todos sabemos que temos que buscar a Deus, porem temos a naturalidade de busca somente quando precisamos

Ele busca primeiro com Oração e Jejum.

Nada melhor que uma batalha espiritual para dar fome de buscar a sua face.

A intercessão não é opcional ela é uma necessidade.

Todo altar de conquista começa com intercessão.

Josafá mobilizou o povo inteiro em jejum e oração. Todo altar de conquista deve ser de varias pessoas e não somente uma. Ele proclamou um Jejum pela nação.

Mobilizar para levantar um altar.

Como se mobiliza pessoas: conscientizando o propósito.

2 — A mobilização através da oração.

Capitulo 5 — Senhor de nossos pais, porventura tu não és Deus ...

Josafá orou pelo que ele sabia. Ele orou encima de uma promessa, foi uma oração profética. Ele agarrou a promessa.

Nós precisamos, para levantar um altar de conquista, orar encima de uma promessa. Com uma oração profética.

Josafá se levantou e andou sobre uma promessa registrada.

Versículo 13 —Judá estava de pé diante do Senhor, homens, mulheres, crianças, em famílias.

Deus é Deus de famílias! A intercessão das famílias. A intercessão produz movimento do espírito.

Os homens, ou chefes de famílias, são autoridades em seus láres, por isso devem honrar o manto de autoridade que há sobre suas vidas.

Todo altar nunca fica sem resposta quando levantamos um altar, Deus o responde. Toda conquista depende da firmeza. O problema é quando não estamos firmes. Quando Josafá recebe a palavra, ele responde a palavra: Ele se prostrou, e o povo se prostrou também.

O povo acreditou tanto na palavra, que resguardo os guerreiros e colocou os levitas na frente da batalha, nessa luta a vitória virá por meio da adoração.

E eles adoraram, cantando:

O Senhor é bom, e a sua misericordia, dura para sempre!

Quando eles entoaram louvores, o Senhor colocou emboscadas, e começaram a lutar entre si, e todos foram mortos. Quando desceram e procuraram seus inimigos, os encontraram mortos e segundo a Bíblia, com muito despojo.

Quando subimos ao altar de adoração, e louvamos, quando descemos, vemos o inimigo derrotado e despojos esperando.

Um altar de conquista é feito de oração e também adoração.