A ILUSÃO DE LIBERDADE E ESCOLHA

A partir de hoje estarei escrevendo um pouco sobre o que tenho absorvido nas minhas pesquisas. O meu objetivo não é ser um guia mas creio que devo compartilhar quando o assunto é comum a todos (corrija-me se eu estiver enganado).

Bom, assim sendo, começarei escrevendo sobre as 5 grandes ilusões que nos mantém presos a "Matriz". Se pretendemos viver livres, primeiro temos que aprender do que é que precisamos nos libertar. Hoje vou escrever sobre uma dessas ilusões e em outros dias continuarei a desvendar as demais.

Segundo, precisamos compreender que a vida não era assim a 5000 mil anos atrás. Antigamente os nossos banhos eram no rio, cresciamos na terra, aprendendo a trabalhar e caçar. Hoje, quando um ser humano nasce, já é associado a ele um seguro social, uma certidão de nascimento (números) e ele é “super-estimulado” com programas culturais, lançados em um sistema de educação pública, resultando em uma lavagem cerebral em conformidade com as expectativas da sociedade.

A “Matriz” é uma combinação de filosofias, ideias, instituições, estruturas sociais e agendas que nos mantém sob o véu da ilusão, impedindo-nos de ver a vida como ela realmente é.

O governo nos diz que somos livres, mas o que acontece quando tentamos cultivar um certo tipo de planta utilizada para propósitos medicinais e recreacionais? Como podemos ser livres, se vivemos em uma sociedade que noz diz que plantas que crescem na natureza são ilegais?

Existe a chance ainda de sermos multados (ou autuados) por fazer xixi em uma floresta ou por caminhar por ai sem camisa. Nossas chamadas no telefone podem ser gravadas a qualquer momento. A nossa pesquisa na internet é monitorada. Nossos e-mails podem ser acessados por agências a qualquer momento. Dependendo do conteúdo que compartilhamos, seremos considerados suspeitos e agentes da segurança nacional podem bater na nossa casa no dia seguinte.

Nós não somos livres. Nós somos livres dentro um padrão muito restrito de comportamento, que nos foi prescrito pelas grandes famílias que comandam o nosso planeta.

Bom, deixo aqui um início de uma discussão e reflexão, que acredito ser saudável. Quem quiser criticar ou sugerir algo, por favor, faça.

É isso, avante.
Grande abraço e um ótimo dia a todos.