Eu, verdadeiramente

Se anular pela opinião alheia… Quem nunca? Deixar de viver histórias incríveis por medo do julgamento. Deixar para outro dia, para a oportunidade perfeita, para quando realmente for a hora, só para não gerar aquele desconforto desnecessário.

Pensar demais nos outros e não em si corrói alma, coração, sentimentos e até mesmo a autoestima. Nos priva de momentos incríveis e que jamais poderão ser recuperados. É preciso viver o agora, já que o amanhã pode ser apenas um futuro que nunca virá. A vida é muito curta para não ser feliz. O momento perfeito de viver, fazer, amar e se aceitar é agora.

Não viva no casulo, na bolha, no armário. Lá não tem oxigênio, não tem sons de alegria, raios de sol, nem cabelos ao vento. Não tem música gostosa, dança, abraço, toque e sorrisos. Deixe as opiniões e os julgamentos para lá (inclusive o autojulgamento), o momento de ser você mesmx, verdadeiramente, é agora. Está vendo aquele arco-íris nascendo ali no céu? É o portal da sua mudança. Corra, porque a vida não espera. Apenas viva. Do seu jeito. Bem-vindx a sua, a minha, a nossa nova vida. ❤

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.