Alguns dias nos surpreendem, seja por serem melhores ou piores do que pensávamos. Hoje não foi um deles. Tudo correu como eu planejei assim que abri os olhos. Falando assim, parece até que esses dias não possuem uma beleza especial.

Para mim, a rotina é uma das coisas que são necessárias para a alegria. A sensação de controle sobre os nossos dias é extremamente confortável e agradável aos nossos olhos. Porém, uma única coisa que saia ao nosso controle nos mostra que não somos os donos do tempo, mas que o mundo anda com as suas próprias pernas e não com as nossas.


Aprender a ver a beleza nas pequenas coisas é essencial para conviver com os dias rotineiros ou com os inesperados. Apreciando a beleza da desordem ou transformando a calmaria em colírio, seguir e buscar alegria em cada fragmento de dia é o que me faz ser sorridente em quase todos os momentos.


Hoje, o que me fez sorrir foi o espirro prolongado do meu pai, a crise de riso da minha turma, receber um bolinho de chocolate incrível e a simples mensagem pedindo pra abrir a porta.

Vê? A beleza se mostra aonde você nem imagina que ela poderá ser encontrada.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.