Despedida

Quando eu partir, partirei sozinha.

Não levarei nada.

Não deixarei nada.

Aqueles que ficarem não chorarão por mim.

Não saberão de mim.

Estarão sofrendo por seus sonhos projetados.

Lamentarão pelo futuro que não tive.

O futuro que gostariam que fosse.

Sinto muito, mas quando eu partir

terei ido sem ter sido tudo o que poderia.

Quando eu partir acabará

a esperança de um dia ser

quem quiser que fosse.

Quem fui morreu

na vida arrasada de ser quem deveria ser.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Andreza Crispim’s story.