“Enteadas” e “lésbicas”: a relação entre pornografia e violência e por que achamos isso normal
Thamires Motta
27017

Realmente muito bom. A questão da pornografia como definidora de masculinidades é realmente algo relevante e, talvez, um dos principais problemas sobre isso. Aliás, esse talvez seja um problema que precisa ser mais discutido: a difinição ou redefinição das “masculinidades”. Mas como você menciona, é um processo espinhoso e difícil, porque o mundo funciona como uma indústria, que é, em essência, patriarcal e misógina — um sombra tão terrível quanto silenciosa.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Andrio Santos’s story.